A palavra dormição existe ou não em português?

A palavra dormição existe ou não em português?


E o verbo dormitar existe? Dica de português de hoje é especial para quem está com aquela preguiça de começar a semana.

Recebi uma dúvida muito interessante:
“Existe a palavra DORMIÇÃO? Procurei no Houaiss e não encontrei o termo.”

DORMIÇÃO tem origem no latim tardio “dormitione” e remete ao sono longo de Maria, depois do qual a mãe de Jesus foi levada ao céu por dois anjos e coroada pelo próprio filho.

No Aulete Digital, vê-se a seguinte definição: “substantivo feminino; ação de dormir; dormida, sono. Tempo que decorreu entre a morte de Nossa Senhora e sua Assunção. F. lat. Dormitio.” Registro idêntico tem o dicionário Priberam Digital.

A nossa Academia Brasileira de Letras também reconhece o termo, expondo-o no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa.

Você conhece o verbo dormitar?
No Dicionário de Regência Verbal, de Celso Pedro Luft, o verbo é classificado como intransitivo ou transitivo direto; significa dormir levemente, cochilar; a sesta, o sono. Vejamos os exemplos:

“Brigava com o sono, dormitando durante a madrugada.”
“Eles dormitavam um sono reconfortante.”

Dormitar é sestear
Dormir a sesta (pronunciando-se abertamente o E) não é “sestar”, mas sim SESTEAR. Como é um verbo finalizado em -EAR tem a conjugação como “estrear, frear, pentear”: no presente do indicativo, uso da letra i; no pretérito perfeito, sem o uso da letra i. Vejamos:

Eu sesteio, tu sesteias, ele sesteia, nós sesteamos, vós sesteais, eles sesteiam.
(Presente do Indicativo)

Eu sesteei, tu sesteaste, ele sesteou, nós sesteamos, vós sesteastes, eles sestearam.
(Pretérito Perfeito do Indicativo)

(Fonte: Exame) 


Lista de notícias

Contato