Conheça o PIX, a nova ferramenta de pagamentos instantâneos do Banco Central

Conheça o PIX, a nova ferramenta de pagamentos instantâneos do Banco Central

Quem nunca fez uma transferência bancária através de DOC ou TED e pensou em como essas transações são burocráticas, caras e demoradas? Pois saiba que esses serviços estão com os dias contados! O Banco Central do Brasil criou o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e a Conta de Pagamentos Instantâneos (CPI). Juntos os sistemas integram o PIX, ferramenta de pagamentos instantâneos que deve substituir as transferências de DOC e TED. Mas o sistema vai além: permitirá o pagamento online no comércio em segundos, substituindo cartões de débito e até dinheiro vivo. Será também uma ameaça aos cartões de crédito? Saiba mais sobre essa ferramenta que em alguns meses deve fazer parte da sua vida e de milhões de brasileiros!

O que é o PIX?


O PIX é uma ferramenta de pagamentos instantâneos criada e gerida pelo Banco Central. O recurso surgiu devido à demanda dos usuários em realizar transferências de valores de forma rápida, barata e segura. De acordo com as regras delimitadas pelo Bacen, diferente dos meios de transferência atuais, o PIX permitirá que os usuários transfiram dinheiro entre contas sem limitação de horário, ou seja, 24 horas por dia, 7 dias por semana e com prazo máximo de 10 segundos para liquidação. O novo meio de pagamento demandará informações simples do recebedor como e-mail, número de telefone ou CPF/CNPJ, ao invés de dados de agência e conta. O PIX deve oferecer também compatibilidade de pagamentos através de QR Code para ser usado para o pagamento de compras e serviços.

Quais empresas oferecerão o PIX?

As instituições financeiras e de pagamentos, incluindo fintechs, poderão oferecer o PIX. Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, Santander, PayPal, Nubank e PicPay são algumas das empresas que já solicitaram adesão ao serviço. Além disso, instituições que tenham mais de 500 mil contas serão obrigadas a aderir. Atualmente o PIX encontra-se em fase de testes obrigatórios e homologação. A previsão é de que o serviço esteja disponível à população em novembro desde ano. Confira o cronograma.

Quais serão os benefícios do PIX?

O PIX vai beneficiar principalmente os pagadores e recebedores, veja os principais benefícios:

Benefícios PIX para Pagadores


  • Transação rápida, barata e segura;
  • Praticidade (uso da lista de contatos do celular ou QR Code para pagamento);
  • Simplicidade (dispensa o uso cartões, cheques, cédulas e maquinetas).

Benefícios PIX para Recebedores

  • Menor custo para aceitação de pagamentos do que outros meios;
  • Recursos disponibilizados instantaneamente;
  • Facilidade na automação e conciliação dos pagamentos;
  • Rapidez no processamento das vendas, sem necessidade de maquineta ou dar troco.

PIX x Cartões de crédito

Com tantos benefícios, o PIX tem tudo para cair no gosto dos brasileiros que há muito tempo esperavam por um meio de pagamento simples e prático. Mas como fica o mercado dos cartões de crédito? Atualmente, pagar com o cartão é uma das formas de pagamento mais aceitas e mais utilizadas. O produto foi se reinventando ao longo dos anos e hoje permite o pagamento apenas por aproximação. Alguns bancos foram ainda mais ousados e criaram acessórios que substituem o cartão físico.

Sabemos que o cartão de crédito é um produto que não está acessível a toda a população e que solicitar um pode ser burocrático. O PIX pode ser um desafio às administradoras de cartões, principalmente as que cobram anuidade pelo serviço. A tendência é que com um sistema novo e eficiente como concorrente elas tenham que oferecer mais vantagens, seja através de recompensas como pontos ou milhas, ou através de descontos ou cashback com o intuito de manter seus clientes atuais e prospectar novos, especialmente os mais jovens que aderem mais facilmente a novas tecnologias.

Saiba mais sobre o PIX no site do Bacen.

(Fonte: TecMundo)

Lista de notícias

Contato