'Ensine em Casa': Google promove ensino à distância

'Ensine em Casa': Google promove ensino à distância

O Google anunciou nesta segunda-feira (06) o lançamento do portal Ensine em Casa, que funciona como uma central de informações, dicas, treinamentos e ferramentas, coletados em todo o Google for Education, para ajudar os professores da educação que estão se dedicando ao ensino à distância durante a crise do novo coronavírus.

Em todo o mundo, a pandemia da covid-19 forçou o fechamento de milhares de escolas para obedecer ao decreto de quarentena em diversos países. Para amenizar os impactos negativos para parte desses alunos, o Google criou novos recursos de EaD (ensino à distância), que incluem materiais de treinamento, lista de apps úteis, webinars, publicações em blogs da companhia e o novo Learn@Home do YouTube.

Página do Ensine em Casa

Além disso, alguns recursos premium de ferramentas online da companhia estão sendo disponibilizadas de forma gratuita, por tempo limitado, até que a rotina desses alunos tenha sido normalizada.

Ensine em Casa


Por meio do Ensine em Casa, o Google vai oferecer uma visão geral dos primeiros passos em EAD – como ensinar pela internet, disponibilizar as aulas para os alunos e colaborar com colegas educadores.

Inicialmente, o portal e os documentos relacionados estão disponíveis em 14 idiomas, incluindo português do Brasil. A companhia deve expandir o alcance do recurso, lançando-o em novas línguas nas próximas semanas.

Essa, aliás, não será a única atualização do portal. O recurso continuará evoluindo constantemente, para atender às necessidades dos profissionais da educação.

Fundo EaD de US$ 10 milhões


A Google.org também anunciou um fundo de US$ 50 milhões para ajudar organizações a enfrentar os problemas causados pela covid-19. Desse montante, US$ 10 milhões será destinado para a educação à distância.

O dinheiro será usado para apoiar as entidades que ajudam educadores a acessar e usar ferramentas necessárias para oferecer conteúdo de alta qualidade aos estudantes, principalmente aqueles que vivem em comunidades carentes.

(Fonte: Tecmundo)

Lista de notícias

Contato