Saiba como transcrever áudios de WhatsApp e Telegram diretamente nos apps

Saiba como transcrever áudios de WhatsApp e Telegram diretamente nos apps

Sem tempo para ouvir os áudios intermináveis que te mandam no zap, irmão? Pois saiba que existem formas de transcrever os “podcasts” que você recebe no WhatsApp e no Telegram —e, de quebra, salvar algumas amizades.

O Telegram, que já possibilita dobrar a velocidade de reprodução dos áudios, conta também com uma variedade de robôs para diferentes fins, inclusive o de transformar em textão aquele áudio de 5 minutos que seu amigo mandou.

Um deles é o Transcriber Bot, que reconhece áudios em 24 idiomas, entre eles português brasileiro e de Portugal, inglês britânico e americano, e chinês tradicional e de Hong Kong.

Outra opção mais arrojada é o Voicy, que já suporta 77 línguas, incluindo, além das mais conhecidas, latim, maori, iorubá e até algumas mais específicas, como sesoto do sul. Nos testes feitos pela Folha, o reconhecimento do conteúdo também pareceu mais fiel.

Para usá-los, basta procurar por “Transcriber Bot” e/ou “Voicy” no campo de busca das conversas no app, abrir uma conversa com o bot escolhido, definir o idioma e encaminhar (ou mandar na hora) o áudio que deseja transcrever, que será instantaneamente devolvido em forma de texto escrito.

Também é possível encaminhar áudios do WhatsApp para os robôs. Mas, para isso, é preciso exportar o histórico da conversa de um aplicativo para o outro.

WHATSAPP

Caso não queira ter o trabalho de mover todas as suas conversas do Telegram para o WhatsApp, saiba que o app do Facebook também conta com um recurso próprio para transcrição de áudios.

Trata-se de uma inteligência artificial desenvolvida pela CyberLabs, startup brasileira criada pelo engenheiro de computação Marcelo Sales, cofundador da Movile, dona do iFood.

O processo inicial já é diferente dos bots do Telegram. Primeiro, é preciso adicionar aos seus contatos o número (21) 98282-0415. Em seguida, deve-se iniciar uma conversa e aceitar os termos de uso, permitindo que os áudios enviados sejam salvos.

A empresa diz que os dados são salvos de forma anônima e não atrelados ao seu número de celular, servindo apenas para melhorar o reconhecimento de voz do bot.

Ao enviar o áudio desejado, o robô devolve instantaneamente não só o texto transcrito, mas também uma versão do arquivo de voz acelerado em 1,5. Além de ser o menos fiel dos três serviços testados, a inteligência artificial da CyberLabs também conta com outra limitação: só é possível transcrever áudios em português.

(Fonte: Outline)

Lista de notícias

Contato