A Empresa

A missão da ADCom Comunicação Empresarial é criar, consolidar, fortalecer e valorizar a imagem e reputação de empresas, instituições e profissionais junto a seu público alvo e à sociedade, por meio de comunicação integrada. Nosso trabalho tem como meta aumentar o encantamento pela marca, tornando o consumidor fã dela e, também, um disseminador de seu nome. Esta paixão possibilita à empresa praticar valores mais justos e lucrativos. Integramos distintas formas de comunicação para geramos maior visibilidade e transformarmos, de forma moderna e antenada, o assessorado em referência no seu segmento para que seu público fique cada vez mais encantado. 

Serviços

  • Relacionamento com a Imprensa

    O Relacionamento com a Imprensa, conhecido como Assessoria de Imprensa, visa dar ênfase ao envio de informações sobre o cliente à mídia impressa, eletrônica e on line para que ele se transforme em fonte em matérias jornalísticas. Esta ação agrega valor, aumenta a reputação e lembrança do nome de forma direta e indireta, atingindo diferentes públicos de interesse, de forma maciça e mais abrangente.
  • Publicações

    Desenvolvimento de publicações digitais ou impressas (jornais, revistas, newsletters, material publicitário, entre outros) com o objetivo de valorizar, institucionalmente, o cliente, atingindo e se relacionando com o público alvo, abrindo o diálogo e levando a ele informações de valor e interesse. 
  • Geração de Conteúdos

    Desenvolvemos todos os tipos de conteúdos para os mais diferentes fins. São eles: matéria jornalística, livro, blog, rede social, redação publicitária, release, newsletter, revista, jornal, sites, portais, entre outros. São textos, fotos, vídeos, podcasts (áudios), com o conteúdo pertinente àquele meio e ao público ao qual se destina. Fazemos geralmente um "cross media", onde um meio complementa o outro de forma atraente e envolvente. Estamos sempre antenados com as novas tendências e como potencializar seu uso com uma comunicação inteligente, criativa e de resultados.
  • Sites e Portais

    O site do cliente deve ter uma apresentação moderna, dinâmica e ser atualizado constantemente para geração de interesse.

    A ideia é abastecermos continuamente com notícias sobre a empresa e meio de atuação, com artigos assinados pelos diretores, com imagens, gráficos, vídeos, entre outros materiais que gerem interesse e levem informação de qualidade para o internauta.

    Atualizamos também conteúdos estáticos existentes e gerenciamos a contratação de profissionais, por exemplo, entre outras ações de relevância para este item da mais alta relevância para qualquer empresa, seja de que porte for.
  • Redes Sociais

    As redes sociais ganham importância crescente com o acesso cada vez maior de pessoas a elas pelas mais distintas formas, sendo as principais celulares e tablets.

    Por isso, devem ser tratadas com a relevância devida, aumentando o engajamento, informando e formando opinião para consolidação da reputação, bem como valorização da imagem.

    Nossa equipe elabora conteúdo (textos, fotos, vídeos, podcasts), seleciona públicos de interesse, impulsiona publicações com o foco tanto na valorização de imagem e reputação como na reversão de leads para o cliente.

    É importante sempre ser elaborado conteúdo condizente com cada rede pois cada uma delas tem a sua peculiaridade.
  • Prevenção e Gerenciamento de Crise de Imagem

    Quanto custa e quanto tempo leva para se construir um nome no mercado?

    O deslize de um funcionário, o descontentamento de cliente, a má explicação de um fato, a deturpação da informação ou até mesmo alguma fatalidade são fatores que podem arruinar a imagem e a reputação de empresas, profissionais, produtos e instituições.

    A ADCom Comunicação Empresarial, por meio de trabalho contínuo junto ao cliente, pode avaliar, prevenir, antecipar soluções e criar ferramentas específicas para situações potenciais de crise.

    E, se ela estiver instalada, resolvê-la da forma mais adequada.

    Uma crise sempre deixa sequelas graves que, se não forem corretamente trabalhadas, podem ser difíceis de reverter.
    Esta situação é, por si só, muito difícil. Porém, é importante que também se atue forte depois da ocorrência para amenizá-la de maneira substancial.
    O ideal é, desde o início desta queda, manter-se aberto ao diálogo e se mostrar acessível aos questionamentos dos públicos interno e externo, com um discurso ético, honesto e com comunicação acessível a todos.
  • Eventos

    Realizamos a cobertura in loco de eventos tanto próprios como que contem com a participação do cliente.

    É promovida divulgação jornalística pré e pós-evento para mailing de interesse e imprensa, bem como em tempo real, ao vivo, no momento que ocorre, para abastecimento das redes sociais.

    Também preparamos o presskit para a sala de imprensa e, além do apoio jornalístico, disponibilizamo-nos a sugerir ideias para maior valorização destas ações.

    Por isto, é importante que nossa equipe participe desde o momento da concepção para que se possa ter mais atrativos tanto para a imprensa como para o público de interesse. 
  • Treinamentos e Palestras

    A ADCom Comunicação Empresarial ministra palestras e treinamentos sobre o funcionamento da mídia brasileira, como lidar com a imprensa, como se portar em uma entrevista e como se comunicar com os variados públicos de interesse por meio de distintas ferramentas.

Notícias

Google anuncia cabo submarino de fibra óptica com escala no Brasil

Google anuncia cabo submarino de fibra óptica com escala no Brasil

O Google anunciou, nesta quarta-feira (09), o “Firmina”, um cabo submarino de fibra óptica que está sendo construído entre a costa leste dos Estados Unidos e Las Toninas, na Argentina. De acordo com a gigante da tecnologia, esse será o cabo mais longo do mundo capaz de funcionar com uma única fonte de energia em uma de suas pontas caso suas outras fontes fiquem indisponíveis.O objetivo do equipamento é aprimorar o acesso da população da América do Sul a serviços como Gmail, YouTube, Google Cloud e o próprio buscador. O equipamento também terá estações de pouso em Praia Grande, no litoral Sul do Estado de São Paulo, e Punta Del Este, no Uruguai.A companhia explicou que o Firmina vai transportar dados de forma veloz e segura entre as Américas do Sul e do Norte. Com isso, será oferecido aos usuários um acesso rápido e de baixa latência às plataformas digitais da marca.A publicação, que foi feita no blog oficial do Google, é assinada por Bikash Koley, vice-presidente de Global Networking do Google Cloud. De acordo com ele, a capacidade de o cabo funcionar com uma única fonte de energia em uma das pontas garante confiabilidade.“Num cabo submarino, os dados são transportados como pulsos de luz dentro de uma fibra óptica. Este sinal de luz é amplificado a cada 100 quilômetros por meio de uma fonte de energia de alta voltagem instalada nas estações do cabo que chega em cada país. Cabos mais curtos aproveitam a energia disponível a partir de uma única ponta, contudo, isso é mais difícil de fazer em cabos mais longos, com pares de fibra mais largos,” explicou.HomenagemO Google explicou que o nome Firmina foi adotado em homenagem a Maria Firmina dos Reis (1825 – 1917), uma abolicionista e escritora brasileira cujo único romance, Úrsula, fala sobre a vida dos brasileiros negros durante a escravidão.“Negra e intelectual, Firmina é considerada a primeira romancista do Brasil e é motivo de muito orgulho para nós aproveitar o novo cabo submarino como forma de chamar atenção para o trabalho e o espírito pioneiros dessa mulher”, diz trecho da publicação da empresa.A personagem histórica da cultura brasileira também já foi lembrada em um Doodle. A marca afirmou que a ação pretende “homenagear uma pessoa essencial para o avanço da compreensão entre os seres humanos e da justiça social”.Apesar de não revelar quando o cabo terminará de ser construído, o Google disse que já investiu em 16 equipamentos submarinos, como os chamados Dunant, Equiano e Grace Hopper.(Fonte: TecMundo) Saiba Mais

Operação da PF prende 3 suspeitos de ciberataque ao STF

Operação da PF prende 3 suspeitos de ciberataque ao STF

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta terça-feira (8), três suspeitos de terem cometido um ataque virtual contra o Supremo Tribunal Federal (STF) em maio deste ano. As prisões aconteceram no âmbito da operação "LEET" e as ordens foram expedidas pelo ministro do Supremo Alexandre de Moraes.Além dos mandados de prisão temporária, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão em Itumbiara (GO), Bragança Paulista (SP) e nas cidades pernambucanas de Belém do São Francisco, Jaboatão dos Guararapes e Olinda.A PF pontuou que as investigações tiveram início depois que a equipe de TI do próprio STF identificou os indícios de ataque. Os suspeitos devem responder por crimes como associação criminosa e invasão de dispositivo informático.O nome da operação foi adotado em referência à linguagem da internet que substitui as letras do alfabeto romano por caracteres ASCII.Ataque cibernéticoO ataque cibernético ao site do STF aconteceu na noite de 6 de maio de 2021 e afetou a página até o dia seguinte. Ao acessar o conteúdo, os usuários se depararam com uma mensagem de "desculpe, estamos em manutenção. O STF trabalha para restabelecer os serviços o mais breve possível".Em nota divulgada na manhã de 7 de maio, o Supremo disse que identificou um "acesso fora do padrão" no site e que por isso resolveu deixar o sistema offline. Na ocasião, a instituição garantiu que nenhuma informação sigilosa foi acessada pelos cibercriminosos.(Fonte: TecMundo) Saiba Mais

WhatsApp desiste de cortar funções de quem não aceitar novos termos

WhatsApp desiste de cortar funções de quem não aceitar novos termos

O WhatsApp não irá limitar os recursos do mensageiro para os usuários que não aceitarem os novos termos de privacidade. A plataforma do Facebook optou por uma nova abordagem na esperança de manter o público atual.Conforme nota enviada ao TheNextWeb, a empresa afirmou que conversou com governos e profissionais da área antes de tomar a decisão. Entretanto, ela deve insistir para que as pessoas concordem com as novas regras."Dadas as recentes discussões com várias autoridades e especialistas em privacidade, queremos deixar claro que atualmente não temos planos de limitar o uso do WhatsApp para aqueles que não aceitarem a atualização", inicia o comunicado ao site."Contudo, continuaremos a lembrar os usuários sobre os termos de tempos em tempos. Por exemplo, quando usarem os recursos opcionais relevantes, como a comunicação com uma empresa que está recebendo suporte do Facebook", conclui a nota.Atualizada recentemente, a página de suporte do WhatsApp informa que não tem planos para que os lembretes se tornem frequentes. Os avisos devem aparecer ocasionalmente, mas não o suficiente para ser algo inconveniente.Entenda o casoA nova política de privacidade do WhatsApp foi introduzida em janeiro deste ano e assustou os usuários. Embora tenha sido reforçado que as regras se aplicam às contas comerciais, o público entendeu que eles teriam que compartilhar mais dados com o Facebook.Após a reação negativa, a empresa adiou a implantação das regras para que as pessoas tivessem mais tempo para se informar sobre o tema. Dessa maneira, os termos  passaram a valer a partir de 15 de maio.Inicialmente, o WhatsApp anunciou que limitaria os recursos dos usuários que não concordassem com as regras. No entanto, autoridades de diversos países contestaram a ação do Facebook ou pediram a extensão do prazo.(Fonte: TecMundo) Saiba Mais

Clientes

Contato